O calor está chegando!!!

Cada estação do ano possui características únicas que causam mudanças e influências diretas não apenas no clima, mas também nosso corpo e nas nossas emoções.

Ritucharya é o nome dado pela Ayurveda aos cuidados e mudanças em nossa alimentação e rotina, de acordo com cada dosha, observando a influência das estações do ano. A transição das estações é momento particularmente bom para uma limpeza suave ou também uma limpeza mais vigorosa, como um panchakarma.

O clima já esta mudando bastante e de forma intensa o calor vem chegando. Esta é a estação mais agravante para Pitta, pois além de aumentar o calor, com ele a umidade chega fortemente. Em algumas outras cidades, fica bastante seco, mas isso também agrava de forma intensa o Pitta.

Então se você tem uma constituição mais Pitta ou esta sofrendo distúrbios de natureza Pitta, essa é hora de você ter cuidados redobrados, pois querendo ou não há um fator externo com características semelhantes a você, e que vão tender a desestabilizar ainda mais seu sistema.

Você ja pode começar a reduzir os alimentos que aumentam Pitta.

É melhor evitar alimentos picantes, ácidos e gordurosos, pois eles irão aumentar o calor do seu corpo e farão você se sentir mais quente.

Os melhores alimentos para mantê-lo mais fresco durante o verão são melancia, pepino, hortelã, coco, erva-doce, funcho fresco, coentro, babosa, aipo, melão, pêra .

Faça um auto-massagem com óleo de coco, uma vez por semana(ou mais).

Ande de bicicleta, nade, corra ou pratique yoga no início da manhã e à noite, quando a temperatura está um pouco mais amena.

Faça uma suave caminhada a noite, banhando-se com a luz da lua, isso vai afetar consideravelmente suas emoções mais intensas :) .

Beba chás em temperatura ambiente ou com agua mais fresca (se você conservar a água em potes de barro a temperatura da água ficará mais fresca e o seu Pitta vai adorar) feito com hibisco, rosa branca ou funcho.
Evite roupas sintéticas, e mantenha a cabeça sempre protegida do sol.

Laura Pires
Publicado originalmente no Busca da Essência

Deixe seu comentário