Exercícios de Yoga para os Olhos

Muitas pessoas usam óculos ou lentes de contato para melhorar a visão. Isto, contudo, realmente não cura o problema. De fato, os problemas de visão frequente pioram com o uso do óculos, fazendo-se necessário sempre uma lente pontente.

Os seguintes fatores favorecem os problemas de visão: iluminação artificial e insuficiente, longo tempo de exposição a vídeos e televisão, dieta pobre, ineficiência muscular devido a longas horas de trabalho em escritório ou estudo, tensão mental e emocional, acúmulo de toxinas no corpo e o processo de envelhecimento.

Resolver o problema de quantidade de luz é relativamente fácil. Porém a dieta é mais delicada, uma vez que afeta não apenas a saúde dos olhos, mas de todo o corpo. Simplificar a dieta e evitar alimentos pesados, de difícil digestão, gordurosos, apimentados, processados, pré-preparados, conservas e comida artificial irão ajudar a retificar uma visão defeituosa. Uma dieta vegetariana é recomendada, ou pelo menos, a redução de alimentos não vegetarianos.

Ao contrário da crença popular, longos períodos de leitura não danificam os olhos, desde que tanto a mente quanto os olhos estejam relaxados durante o processo. Se houver tensão, mesmo um curto período de leitura poderá forçar os olhos. Tente desenvolver a habilidade de ler com uma atenção relaxada e uma boa postura.

Tente depender menos do uso de óculos. Use-os apenas quando for absolutamente necessário. Retire os óculos durante o tempo livre sempre possível. Isto ajudará os olhos a se ajustarem e começarem a funcionar normalmente.

O hábito de caminhar descalço na gram, areia ou terra, tanto pela manhã quanto ao pôr-do-sol, tem efeito relaxante sobre os olhos, devido às conexões de reflexo entre as plantas dos pés e as áreas visuais no cérebro. É especialmente recomendado nos casos em que os pés ficam muito tempo restritos dentro de sapatos. A simples banho de sol nos olhos poderia ser tomado durante o nascer ou pôr-do-sol. Os olhos devem estar fechado. Sinta os raios ultravioletas banhando e relaxando os olhos.

Exercícios para os olhos: Exceto doenças como glaucoma, tracoma e catarata, as desordens oculares mais comuns hoje estão relacionadas a problemas funcionais na musculatura dos olhos, agravados por tensões mentais e emocionais crônicas. Os exercícios que se seguem, apesar de simples, ajudam a aliviar várias desordens relacionadas ao mau funcionamento da musculatura ocular tais como visão de perto e longe, presbiopia e estrabismo.
Os exercícios para os olhos devem ser praticados regularmente com paciência e perseverança. Não espere cura ou melhora instantânea. Leva anos para que os olhos desenvolvam um problema, também levará tempo, alguns meses ou mais, antes de um progresso significativo ser percebido. Contudo, a melhora virá como tem acontecido com muitas pessoas que adotam um estilo Yogi de vida e gradualmente reduzem o poder de seus óculos.

Preparação: Antes de iniciar as práticas, é uma boa idéia banhar os olhos com água fria algumas vezes. Segure um pouco de água nas mãos sobre a pia ou uma bacia e jogue nas pálpebras. Repita o procedimento por aproximadamente 10 vezes e então comece os exercícios para os olhos. Este procedimento ajudará a estimular o suprimento sanguíneo e tonificará os olhos.

Contraindicações: Aqueles que sofrem de problemas oculares graves como glaucoma, tracoma, catarata, deslocamento de retina, trombose nas artérias ou veias da retina, irite, queratite ou conjuntivite devem consultar um especialista em olhos antes de iniciar as práticas de Yoga. Asanas invertidos devem ser evitados enquanto o problema não for controlado. Contudo, a adoção do estilo de vida Yogi e uma simples dieta vegetariana podem ser de grande benefício.

Notas práticas: Exercícios para os olhos devem ser praticados um após o outro na sequencia dada. A série completa deve ser praticada, uma vez pela manhã e/ou uma vez à tarde. O ponto mais importante é se manter totalmente relaxado durante a prática. Não force, pois isto provocará fadiga e cansaço nos olhos. Os músculos faciais, sobrancelhas e pálpebras devem estar totalmente relaxados. Após cada exercício, feche os olhos e descanse pelo menos meio minuto. Palming pode ser executado neste momento. Os óculos não devem ser usados durante a execução destas práticas.

Exercício 1: Palming

FullSizeRender (6)

Sente-se imóvel e feche os olhos. Friccione as palmas das mãos uma na outra vigorosamente até que se tornem quentes. Posicione as palmas suavemente sobre as pálpebras, sem fazer pressão indevida. Sinta o calor e a energia sendo transmitidas das mãos para os olhos e a musculatura ocular relaxando. Os olhos são banhados por uma suave escuridão. Repita o procedimento 3 vezes.

Benefícios: Palming relaxa e revitaliza os músculos dos olhos, estimula a circulação do humor aquoso, o líquido que fica entre a córnea e os cristalinos dos olhos, ajudando a corrigir a visão defeituosa.

Nota prática: Os benefícios são potencializados se o exercício é praticado em frente ao sol nascente ou poente. Perceba o calor e a luz do sol sobre as pálpebras cerradas. Nunca olhe diretamente para o sol, exceto por alguns instantes iniciais quando ele está nascendo ou se pondo.

Exercício 2: Piscar

Sente-se com os olhos abertos. Feche as pálpebras 10 vezes rapidamente. Feche os olhos e relaxe por 5 ou 6 respirações profundas. Repita 5 vezes.

Benefícios: Muitas pessoas com problemas de vista piscam de forma irregular. Isso está relacionado com o estado habitual de tensão nos olhos. Os exercícios ajudam a normalizar o reflexo do piscar, incluindo o relaxamento dos músculos oculares.

Exercício 3: Visão lateral

FullSizeRender (7)

Sente-se com as pernas esticadas a frente do corpo. Eleve os braços lateralmente na altura dos ombros, mantendo-os alongados e os dedos polegares apontando para cima. Os polegares devem se posicionar na periferia do campo de visão mantendo a cabeça apontada para frente. Se eles não estiverem nitidamente visíveis, movimente-os um pouco para frente até que entrem no campo de visão. A cabeça não deve se mover. Olha para um ponto fixo à frente e ao nível os olhos. Mantenha a cabeça nessa posição neutra. Prosseguindo, sem mover a cabeça lateralmente, foque os olhos nos seguintes pontos um após o outro: a) polegar esquerdo; b) espaço entre as sobrancelhas; c) polegar direito; d) espaço entre as sobrancelhas; e) polegar esquerdo… repita esse processo 10 vezes mantendo a coluna e a cabeça alinhadas. Finalizando, feche e relaxe os olhos.

Respiração: Inspire na posição neutra. Expire olhando lateralmente. Inspire voltando ao centro.

Benefícios: Este exercício de visão lateral relaxa as tensões dos músculos estressados por constante leitura e trabalho em lugares fechados. Previne e corrige estrabismo.

Exercício 4: Visão frontal e lateral

FullSizeRender (9)

Mantenha a mesma posição do corpo indicada no exercício 3, mas apoie o polegar esquerdo sobre o joelho esquerdo apontando-o para cima. Permaneça com o braço direito elevado lateralmente e o polegar elevado. Sem movimentar a cabeça, foque os olhos no polegar esquerdo, no direito e, de volta, no esquerdo. Repita o processo 10 vezes, depois descanse e feche os olhos. Repita o mesmo procedimento para o outro lado.

Respiração: Expire olhando para baixo. Inspire olhando lateralmente.

Benefícios: Este exercício melhora os músculos mediais e laterais.

Exercício 5: Visão superior e inferior

FullSizeRender (10)

Mantenha a mesma posição do exercício 4. Ponha as mãos cerradas sobre os joelhos, com os polegares apontando para cima. Mantenha os braços esticados, suavemente eleve o polegar direito seguindo o movimento do polegar com os olhos. Quando o polegar alcançar a altura máxima, lentamente retorne para a posição inicial, todo o tempo mantendo os olhos focados no polegar sem movimentar a cabeça. Faça o mesmo movimento com o polegar esquerdo. Repita 10 vezes com cada polegar. Mantenha a cabeça e a coluna eretas. Finalizando, feche e descanse os olhos.

Respiração: Inspire olhando para cima. Expire olhando para baixo.

Benefícios: Este exercício equilibra os músculos superiores e inferiores dos olhos.

Exercício 6: Visão rotacional

FullSizeRender (11)

Mantenha o corpo na mesma posição do exercício 5. Apoie a mão esquerda sobre o joelho esquerdo. Mantenha o punho direito sobre a perna direita com o polegar apontando para cima e o cotovelo esticado. Faça um amplo movimento circular o braço direito para a esquerda, para cima, curvando para a direita e finalmente retornando ao ponto inicial. Mantenha os olhos focados no polegar sem movimentar a cabeça. Faça 10 vezes no sentido horário e 10 vezes no sentido anti-horário. Repita com o polegar esquerdo. Mantenha a coluna e a cabeça eretas. Finalizando, feche e descanse os olhos.

Respiração: Inspire fazendo o arco superior do círculo. Expire fazendo o arco inferior. A respiração deve ser suave e sincronizada com a formação de um círculo perfeito.

Benefícios: Restaura o equilíbrio os músculos ao redor dos olhos e melhora a atividade coordenada dos globos oculares.

Exercício 7: Preliminar para o Nasikagra Drishti (exercício preparatório para focar o olhar na ponta do nariz)

FullSizeRender (8)

Sente-se com as pernas esticadas à frente ou cruzadas. Eleve o braço direito esticado à frente do rosto. Com os dedos cerrados aponte o polegar para cima. Foque ambos os olhos na ponta do polegar. Flexione o braço lentamente aproximando o polegar da ponta do nariz, mantenha os olhos focados na ponta do polegar. Permaneça por alguns segundos com o polegar tocando a ponta do nariz e os olhos focados naquele ponto. Lentamente alongue o braço e continue focando a ponta do polegar. Isto é uma execução. Repita 10 vezes.

Respiração: Inspire trazendo o polegar em direção ao nariz. Expire alongando o braço.

Benefícios: Este exercício melhora a capacidade de foco e acomodação dos músculos dos olhos.

Exercício 8: Visão próxima e distante

Posicione-se em pé ou sentado de frente para uma janela aberta, com uma visão clara do horizonte e com os braço relaxados lateralmente. Foque os olhos na ponta do nariz, Nasikagra Drishti, por 5 segundo. Em seguida, foque em um objeto distante no horizonte por 5 segundos. Repita este processo 10 vezes. Feche e descanse os olhos.

Respiração: Inspire na visão próxima. Expire na visão distante.

Benefícios: os mesmos citados no exercício 7.

Nota prática: Deite-se em shavasana (postura de relaxamento) por alguns minutos depois de completar todos os 8 exercícios.

Por Swami Satyananda Saraswati
Asana Pranayama Mudra Bandha

One Response to “Exercícios de Yoga para os Olhos”

  1. Conceição Aparecida Mendes

    Muito bom gostei muito desse exercício para os olhos obrigado por mandar como fazer

    Responder

Deixe seu comentário