Doshas

Na Ayurveda, o termo técnico para humores é dosha. Quando em desequilíbrio, os doshas são a causa no processo de adoecimento.

No ayurveda o Homen não só faz parte da natureza como esta conectado a ela. O ayurveda é baseado na construção do ser humano a partir dos cinco elementos fundamentais: éter, ar, fogo, água e terra. Estes elementos expressam-se no organismo numa forma condensada, gerando três modelos constitutivos básicos que correspondem aos doshas conhecidos como: Vata, Pitta e Kapha.

Os doshas são os mecanismos que governam o nosso organismo. A junção dos elementos Éter e Ar manifesta-se o Vata Dosha. O Pitta Dosha é formado a partir dos elementos fogo e água e os elementos terra e água resultam no Kapha Dosha.

Esses elementos determinam os processos de crescimento e envelhecimento da vida de todos os seres em todos os níveis, seja celular ou psíquico. Destas combinações de elementos surgem as características de cada dosha.

A nossa Prakriti, que pode ser entendida, de forma muito simplificada, como a “quantidade de vata, pitta e kapha” é definida no momento da nossa concepção, mas pode e irá variar em função de inúmeras influências. Dinâmicos, estão em constante mudança devido a influências do clima, da lua, do sol, dos mares, das emoções, das ações, dos pensamentos, da comida que ingerimos.
Todos nós somos constituídos pelos três doshas, sendo um deles o predominante, que rege nossas características, tendências e padrões particulares. A combinação deste dosha principal com um secundário, que se manifesta em menores proporções, define nossa personalidade e funcionamento orgânico.

Não é a meta da Ayurveda manter vata, pitta e kapha nos mesmos níveis. Saúde é você estar com os três doshas nos níveis originais nos quais você nasceu. Quando as “quantidades” de vata, pitta e kapha estão no seu nível original, o que é diferente para cada pessoa, há “um estado de bem estar físico, mental e social”
Se durante a vida essa hierarquia dos doshas se mantiver bem próxima daquela definida no momento da concepção, a saúde permanecerá em equilíbrio. Se houver qualquer divergência ou mudança no estado natural, a ponto da dominância dos doshas se alterar, considera-se que há um desequilíbrio, seja físico como uma simples gripe até um câncer. Ou pode ser também de ordem psicológica, desde ansiedade simples e agitação mental a uma depressão grave.

Da mesma forma os doshas regem e são responsáveis por um série de fatores no nosso sistema

Vata é o princípio do movimento no corpo, na mente e na consciência. É responsável por todo o movimento físico, o que inclui os sistemas de circulação interna e de eliminação, as mudanças em nossos pensamentos e emoções e até mesmo as alterações em nosso estado de humor e consciência.

Pitta é o princípio da digestão e da transformação. É responsável pela digestão dos alimentos no estômago e no trato intestinal, das partículas em nível celular e também pela “digestão” de nossos pensamentos e emoções. Pensamentos bem digeridos levam ao conhecimento intelectual; emoções bem digeridas levam à consciência intuitiva e ao auto-conhecimento.

Kapha é o princípio da lubrificação e da estruturação. Para que haja movimento e digestão é preciso que o organismo esteja perfeitamente lubrificado. Como o corpo não é simplesmente uma máquina, e sim um todo em constante modificação, resultante tanto da percepção interna quanto de estímulos externos, kapha também é responsável pela inteligência celular. É o que garante, por exemplo, que o coração irá exercer exclusivamente suas funções e não as de outros órgãos.

A presença de vata, pitta e kapha é que garante nossa existência física. Sem vata, por exemplo, não existiria o movimento, e não seria possível o sangue circular pelo corpo. Sem pitta não haveria digestão e temperatura no nosso corpo. E sem kapha não haveria lubrificação, não teríamos salivação, e nossos braços, pernas e corpos não se moveriam.

vata

VATA

Palavras-chave: instabilidade e movimento.

Características: pessoas do tipo Vata são geralmente agitadas. Tendem a ser magras, altas, de pele morena e seca, cabelo escuro e volumoso. Têm dificuldade em ganhar peso, são friorentas e suas extremidades costumam estar geladas. Caminham rápido, falam muito, mexendo constantemente o corpo e os olhos. Adoram mudança e falta de rotina.

Pontos fortes: bastante curiosas, aprendem qualquer coisa com facilidade e querem saber de tudo um pouco. São sensíveis, muito criativas e gostam de arte e da natureza. São viajantes natas.

Pontos fracos: são indecisas, inconstantes nos relacionamentos, atividades e emoções. Têm dificuldade de planejamento, organização e de seguir conselhos. Com apetite e sede irregulares, muitas vezes enfrentam problemas digestivos e de má absorção dos alimentos. Tendem a ter uma saúde frágil. São capazes de passar o dia todo em jejum, pois se “esquecem” de comer. Quando em desequilíbrio, podem ter problemas no sistema nervoso, prisão de ventre, gases, fadiga, tremores, tristeza, medo e ansiedade.

pittaPITTA

Palavras-chave: combustão e realização.

Características: de estatura mediana, pessoas do tipo Pitta têm facilidade para adquirir músculos bem como para ganhar ou perder peso, embora geralmente o mantenham estável por longos períodos da vida. Sentem muito calor e transpiram com facilidade. Possuem dentes fortes, mas gengivas sensíveis. De olhos brilhantes, têm um olhar profundo e desafiador. Normalmente apresentam grande apetite e sede, e capacidade digestiva bem acelerada.

Pontos fortes: são habilidosos, concentrados e excelentes para aprender. Altamente disciplinadas, inteligentes e estudiosas, pessoas do tipo Pitta tendem a ser ótimos líderes. São questionadoras, críticas, gostam do poder e de enfrentar desafios. Corajosas e compreensivas, têm grande habilidade para solucionar situações difíceis e estressantes, pois são objetivas e focadas.

Pontos fracos: são perfeccionistas e costumam se irritar com facilidade. Quando em desequilíbrio, tendem a apresentar problemas de pele, alergias, queda de cabelo, irritabilidade, raiva, suor excessivo, enjôos e inflamações.

kapha

KAPHA

Palavras-chave: estabilidade e organização.

Características: possuem olhos grandes, dentes fortes, cabelos encaracolados e macios. Têm a pele fria, suave, pálida e muitas vezes oleosa. Seus movimentos são lentos e graciosos. Gostam de ficar mais isoladas, e vivem num mundo particular. Também apreciam uma vida estável, confortável e tranquila, com rotina definida, organização e planejamento.

Pontos fortes: de personalidade tranquila e relaxada, pessoas do tipo Kapha têm apetite e sede constantes. São extremamente amorosas, protetoras, amigas e conciliadoras. São abençoadas com fé, amor, tolerância, afetuosidade, compaixão e uma mente calma e estável. Têm boa memória, voz melodiosa, profunda e muito agradável. A constituição física dos Kapha é sólida e forte, com boas massas óssea e muscular, o que lhes dá resistência e longevidade.

Pontos fracos: tendem a ter metabolismo e digestão lentos. Um Kapha desequilibrado sofre de ganância, possessividade e preguiça. Podem apresentar problemas pulmonares, gripes frequentes, congestão nasal, alergias respiratórias, edemas, retenção de líquidos, excesso de peso, tumores, baixa motivação, depressão e sonolência. Por serem muito apegados aos fatos e às emoções, buscam a comida para se sentirem reconfortados. Também têm tendência a se sentirem desvalorizados e rejeitados.

Por Laura Pires
Publicado originalmente no Busca da Essência

Deixe seu comentário