5 lições que a vida ensina e nós não aprendemos

Aprender não é compreender com o cérebro, e sim sentir com o coração. Ainda bem que a vida não é uma corrida, e por isso sempre é tempo de aprender.

1- não existe passado nem futuro
A contagem do tempo é uma criação do homem para se organizar e projetar uma perspectiva de vida. Entretanto, os conceitos de passado e futuro são como o vento, pois estão baseados somente em lembrança e imaginação. Ou seja, só existem na mente. Só o que existe de verdade é esse momento, esse segundo agora. Devemos sim aprender com o passado e em certa instância planejar o futuro, mas não viver em função deles. Então, ao invés de viver com base em medos, expectativas e desejos, viva de acordo com o que está acontecendo aqui e agora, pois isso é a eternidade. Você é nesse momento o que será para sempre.

2- todas as religiões estão corretas (não ter religião também)
É ilusão pensar que somente o seu modo de pensar é o correto, ainda mais em se tratando de algo tão complexo quanto a espiritualidade. Uma religião é apenas uma forma de falar sobre o supremo, de modo que uma determinada população em um determinado lugar e período de tempo possa compreender. Existem muitas formas de falar sobre isso, e sim, todas estão corretas, simplesmente pelo fato de que as palavras são limitadas demais para falar sobre isso de uma forma completa e compreensível por todos. O jeito então é utilizar símbolos que nem sempre devem ser levados ao pé da letra. Se você não consegue compreender uma religião, não invalide todas. Da mesma forma, se você se sente acolhido por uma, não desmereça as outras. As pessoas têm o direito de pensar diferente e mesmo assim estarem certas.

3- somos todos iguais
Embora todos tenhamos uma personalidade e um ego que são individuais, em última instância somos todos iguais. Por estarmos vivendo uma experiência individual em um corpo limitado, temos a ilusão de que somos diferentes dos outros, mas todos temos os mesmos desejos. Tudo o que queremos é ser amados e aceitos. Queremos uma vida confortável e feliz. Temos medo de falhar, de sermos julgados, mal interpretados. Temos medo de que os outros não nos apreciem ou nos queiram. Queremos pertencer a algo maior que nós, mas sem perder nossa individualidade. Não se engane: nossos medos e anseios individuais podem parecer diferentes, mas em essência todos nós buscamos as mesmas coisas.

4- nada lhe pertence
Você não possui nada. Tudo lhe foi apenas emprestado, até mesmo o seu corpo. Você não escolheu sua forma, muito menos tem controle sobre seu decaimento que acontecerá naturalmente com o tempo. A morte é inevitável. Então se nem isso é seu, o que mais é? Dinheiro? Casa? Carro? Quando você se for, tudo isso vai passar a “pertencer” a outra pessoa. Tudo o que está no mundo é somente do mundo. Tudo o que é material é gerado aqui e fica aqui.

5- o amor é a única coisa que importa
O que você é nesse momento é o que você é para sempre, pois o agora é tudo o que existe. Então o que é que importa de verdade? O que é que todos nós queremos? Ser amados. E só existe uma maneira de ser amado, que é amando. O amor é a substância mais abstrata e mais concreta que existe, pois é o que nos une a todos. Por isso, o amor pode ser acessado e manifestado por todos ilimitadamente. Gentileza, bondade, compaixão, perdão. São todos manifestações concretas do amor. Somos todos iguais e merecedores delas. Aqueles que não manifestam amor estão em erro, mas quem aqui nunca errou? Todos merecem ser perdoados. Todos podem mudar agora se quiserem, inclusive você. Lembre-se: você será para sempre o que escolhe ser agora. Então purifique seu corpo, sua respiração e seus pensamentos. Escolha ser a mais pura manifestação do amor. E seja eternamente feliz.

Por Daniela Navaes
Publicado Originalmente no blog Respire

One Response to “5 lições que a vida ensina e nós não aprendemos”

  1. que bosta de ensinamentos…aterriza galera, estamos em 2015, vamos pensar mais a frente!

    Responder

Deixe seu comentário