Ouro em pó: Cúrcuma ou Açafrão-da-terra

 

Dentro do escopo das plantas medicinais, poucas possuem um amplo espectro de qualidades e usos medicinais como açafrão.

É uma planta herbácea da família do gengibre (Zingiberaceae), originária da Ásia (Índia e Indonésia). Da sua raiz seca e moída se extrai o pó, utilizado como condimento ou corante de cor amarela e brilhante, na culinária e no preparo de medicamentos. Tem sabor amargo, picante e adstringente.

A cúrcuma, também é conhecida como Açafrão-da-terra, Açafrão, Turmeric, Haridra, Haldi.

Por ​​séculos, diferentes culturas têm utilizado a cúrcuma para tratar doenças e enfermidades. A ação medicinal mais conhecida do açafrão é como um poderoso anti-inflamatório. No entanto, também atua como analgésica, antibacteriana, anti-alérgica, anti-oxidantes, anti-séptica, anti-espasmódica, adstringente, carminativa, digestiva, diurética.

É muito benéfica no tratamento de artrites e doenças auto-imunes. É coadjuvante nos casos de bronquite, asma brônquica, sinusite e rinite. Auxilia no tratamento dos eczemas, urticárias e acne. Também é uma opção no tratamento do diabetes mellitus, da obesidade e nos excessos do colesterol ruim.

Ajuda a aumentar o fogo digestivo. E tem um grande poder no tratamento e prevenção de tumores e cânceres. Externamente é indicado como cicatrizante.

Pode ser usado para equilibrar os 3 doshas, por ter sabor picante pacifica Vata e Kapha, e o amargo pacifica o Pitta. Mas em excesso agrava Vata e também Pitta.

A ciência moderna está começando a reconhecer e entender as qualidades curativas incríveis de açafrão e muita pesquisa está sendo conduzida principalmente em relação aos tratamentos anti-tumorais.

Portanto, o Ayurveda aconselha a ingestão diária desta especiaria como preventivo. Pode ser usada com legumes, arroz, feijão, lentilha, ou em qualquer outra preparação.

O curry uma mistura de especiarias muito usado na Índia, tem como um dos ingredientes principais a cúrcuma em pó.

Saúde e paz a todos

Por Laura Pires
Publicado Originalmente no Busca da Essência

Deixe seu comentário