Nhoque de Aipim com Chia

Acho que o primeiro surto desesperado de quem descobre que é intolerante ao glúten é: MEU PAI DO CÉU AGORA NÃO POSSO MAIS COMER MASSA! Quem se identifica? Por sorte já temos algumas massas sem glúten de ótima qualidade disponíveis no mercado feitas especialmente para nós, mas e a massa caseira? Aquela massa com “gosto de carinho” feita em casa? Agora chegou a vez do Nhoque de aipim que eu prometi faz tempo! Essa é uma daquelas receitas que me pergunto: pra que trigo mesmo? Usei maisena e farinha de arroz, e no lugar do ovo, chia e azeite de oliva. Assim todos podem comer sem se preocupar com intolerância nenhuma. Fácil, barato e rende bastante! Quem se anima brincar de enrolar massinha?

Ingredientes:

2 xíc. de aipim cozido amassado (também conhecido como mandioca ou macaxeira, mas sou do sul e falo aipim :D)
1/2 xíc de maisena
1/2 xíc de farinha de arroz (aproximadamente, para dar ponto na massa e polvilhar a bancada)
2 c.s de azeite de oliva
1 c.s de chia + 4 c.s de água
1 c.c de sal

Modo de preparo:

Cozinhe o aipim até ele ficar macio, mas não muito mole. Ele deve está num ponto bom para amassar com garfo. Separe duas xícaras dele amassado e reserve. (Lembre de tirar aquele fiapinho do meio! Eu sempre me afogava com aquilo quando era criança)

Em um potinho, coloque a chia e a água e deixe de molho por 10 min. Se você não quiser que apareçam tantos pontinhos de chia na massa, use farinha de chia em vez dela em grãos.

Em um recipiente, coloque o aipim, maisena, o “ovo” de chia, sal e azeite e misture bem. Adicione a farinha de arroz até dar ponto (desgrudar das mãos com facilidade) Essa quantidade de farinha de arroz vai variar de acordo com a umidade do aipim, no meu caso hoje o aipim estava bem sequinho, usei umas 2 colheres de sopa de farinha de arroz e já deu ponto. Pode ser que nem precise e só com a maisena já fique no ponto. O restante da farinha você usa para polvilhar a bancada para enrolar a massa. Se passar do ponto e a massa esfarelar, isso não vai acontecer se colocar a farinha aos poucos, mas se você for teimoso e acontecer, vá colocando umas gotinhas de água e amassando até a massa ficar macia.

Faça rolinhos de aproximadamente 1 cm de diâmetro e corte com uma faca. Vá colocando os nhoques prontos numa forma grande polvilhada com farinha de arroz, e no final balance a forma de um lado para o outro. Assim eles ficam mais redondinhos!

Como cozinhar:

Ferva água o suficiente para a porção que você for cozinhar. Salgue a água depois que ela levantar fervura, e coloque os nhoques. Assim que eles flutuarem na água, (2 min mais ou menos) escorra e passe na água fria.

Sirva com o molho de sua preferência. Hoje fiz um molho de tomate, super básico, com um toque de manjericão, pois ele é o mais fotogênico! Assim que eu for fazendo molhos diferentes, vou atualizando este post. Quero preparar um molho branco especial pra servir para a minha irmã que chega amanhã pra passar uns dias comigo! Já estou babando só de imaginar.

Essa receita rendeu em média 4 porções grandes. Você pode congelar ele cru, em porções individuais, e para cozinhar nem precisa descongelar: vai direto para a panela com água fervendo.

Beijos da Mari Milanezi :)

Intolerantes na Cozinha

Deixe seu comentário