Sequência de Yoga voltada para o sistema digestório. Para resolver o problema da prisão de ventre.

A prisão de ventre é um distúrbio que apesar de muito comum, não costuma ser devidamente considerado. Seja por vergonha ou pelo desconhecimento das péssimas consequências provenientes do acumulo da matéria orgânica em decomposição no organismo, muitas pessoas mantém um problema que além de as deixar enfezadas nos dois sentidos dessa palavra, pode dar origem a uma série de doenças.

No geral, incluindo alimentos ricos em fibras nas refeições, bebendo água adequadamente e adotando uma atividade física, esse problema tende a ser resolvido. Mas para garantir uma desintoxicação completa e o bom funcionamento do intestino e de todo o sistema digestório apresento para vocês esta dica yogika inspirada numa série clássica de purificação total do tubo digestivo, shanka prakshalana e nos estudos da Bihar School of Yoga.

O yoga tem todo um enfoque no sistema digestório por considerá-lo um pilar fundamental na manutenção de um corpo e de uma mente saudáveis, com energia e livre de doenças. Sua abordagem vai desde orientações sobre alimentação até técnicas específicas de limpeza orgânica, passando por posturas que atuam predominantemente sobre a região abdominal. Dessa forma, em primeiro lugar considere as observações abaixo:

Tudo começa com escolhas, na medida do possível inclua nas suas refeições alimentos ricos em fibras e evite comer em excesso. Uma boa digestão começa na boca, mastigue mais um pouquinho antes de engolir cada porção de alimento.Beba 1 copo de água ao acordar, ½ copo de água antes das refeições e ½ copo de água antes de dormir. Ao longo do dia siga hidratando-se aos poucos.

Se o problema é crônico você deverá seguir os próximos passos todos os dias. Caso seja moderado ou leve, realize esta sequência 3 vezes por semana. Sempre na parte da manhã e em jejum. Tenha bom senso ao realizar esta série e consciência de que as dicas aqui apresentadas não substituem um professor. No entanto, elas são cuidadosamente pensadas para que até mesmo quem não tenha experiência com a prática possa realizá-las sem maiores riscos. Lembre-se sempre: você é responsável por sua integridade.

1. Om Primeiramente, beba 1 copo de água morna e salgada na proporção de uma colher de sobremesa para um litro.

dig01

2. Parvatásana De pé, com os pés paralelos e afastados um do outro por um palmo. Entrelace os dedos e eleve os braços com as palmas voltadas para cima. Permaneça nessa postura como se você estivesse se espreguiçando por 10 respirações profundas.

dig02

3. Mahá Nitambásana Partindo da posição anterior faça quatro flexões laterais para um lado e quatro para outro alternadamente sem inclinar o quadril e sem girar o tronco. Faça esse movimento coordenado com a respiração: Na expiração faça a inclinação lateral primeiramente para o lado direito, inspirando retorne ao centro e na expiração seguinte faça o movimento para o lado esquerdo. Esse movimento atua sobre o piloro, válvula que controla a passagem entre o estômago e o duodeno, com as flexões, a água entra no trato intestinal.

dig03

4. Púrnásana Com a mesma base, faça quatro torções para um lado e quatro para o outro sem permitir o giro do quadril. Com os braços esticados para frente na altura dos ombros, comece girando o tórax para o lado direito enquanto solta o ar, levando o braço direito para trás ainda na altura dos ombros e a mão esquerda até o ombro direito. Inspirando retorne os braços para frente e expirando torça para o lado esquerdo. alterne até concluir quatro para cada lado. As torções vão fazer a água circular pelo intestino delgado. Em caso de hérnia de disco, não faça essa postura.

dig04

5. Agni Sara Ainda com os pés afastados um palmo, apoie as mãos nas coxas se inclinando um pouco para frente. Solte todo o ar e fique sem respirar o tempo que for confortável e durante esse período sem ar nos pulmões, recolha e relaxe o abdômen, encolhendo e projetando o umbigo. Esse movimento massageia todos os órgãos dessa região e estimula o movimento peristáltico. Para compreender melhor como fazer essa ação purificatória, veja esta demonstração.

dig06

6. Ardha Kurmásana Sente-se sobre os ísquios e junte as solas dos pés afastados do corpo na distância do seu antebraço. Segure os pés e inspirando aproveite essa “alavanca” para crescer com o tronco e abrir o peito, na expiração vá descendo cuidadosamente com o tronco para frente, chegando no seu limite de descida, apoie os cotovelos nos joelhos e relaxe nessa posição por 10 respirações. Nessa posição, além de beneficiar o sistema digestório, tensões musculares causadas pelo esteresse são liberadas e a capacidade pulmonar é expandida.

dig07

7. Saithalyásana Ainda sentado, passe a perna esquerda pelo lado esquerdo do corpo de modo que o pé esquerdo fique próximo ao glúteo desse mesmo lado. Deixe a perna direita flexionada na frente do corpo com a sola do pé direito próxima ou tocando a coxa esquerda. Gire-se um pouco para o lado direito, deixando o umbigo voltado para o joelho direito, inspire e expirando flexione o tronco apoiando o abdômen sobre a coxa e esticando os braços no prolongamento do tronco. Permaneça nessa posição por 10 respirações enquanto mantém a consciência na região abdominal. Deste lado você massageia o cólon ascendente do intestino. Em seguida, inverta a posição das pernas e faça para o lado esquerdo, massageando o cólon descendente.

dig08

8. Apanásana Agora, deite-se em decúbito dorsal (com as costas no chão) procurando alinhar pelve, coluna e cabeça. Flexionando os joelhos, segure eles conforme a imagem. Apenas deixe os braços pesarem mantendo os cotovelos próximos ao corpo e os ombros relaxados. Permaneça nessa posição por 10 respirações. Esse asana promove uma suave tração na coluna e estimula todo o sistema digestório.

dig09

9. Setuásana Partindo da posição anterior, com os joelhos flexionados, coloque os pés no chão próximos ao corpo, observando a largura do quadril e deixando-os paralelos um em relação ao outro. Coloque os braços esticados ao lado do corpo como se quisesse tocar os seus calcanhares. Gire a palma das mãos para cima, deixando os braços e o dorso das mãos apoiadas no chão. Inspirando, eleve o quadril, empurrando o chão com os pés. Permaneça com o quadril elevado por 10 respirações. Essa posição proporciona uma série de benefícios e complementa o trabalho realizado nessa série ao promover um suave alongamento dos músculos abdominais.

dia10

10. Shavásana Deite-se com a pelve, coluna e cabeça alinhados. Relaxe nessa posição por pelo menos 5 minutos.

No final da prática, beba 1 copo de água e no caso de constipação intestinal crônica, coma de uma a três ameixas secas. Aguarde entre 10 e 30 minutos para o desjejum.

Boa prática e Harih Om
Gilberto Schulz

Deixe seu comentário